UV: Universidade (para a) Vida!

[dropcap size=”500%”]T[/dropcap]

orna-se um desafio quase impossível reduzir a escrito um relato que é sobretudo uma experiência pessoal inesquecível. Quando nos propomos a descrever algo que nos acontece e que nos marca profundamente faltam-nos as palavras, o vocabulário parece escasso e os adjetivos não aparecem. É exatamente essa a sensação que estou a experimentar. Mas vou tentar; serei mais descritivo do que emocional. As emoções desafio-vos a viverem vive-las!

A Universidade de Verão é, factualmente, a maior e a melhor escola de formação política que há em Portugal.

A exigência é colocada em cada momento. Mas é uma exigência que tem dois sentidos: da organização porque nada, mesmo nada, é deixado ao acaso dos alunos a quem é pedido o esforço ao limite. Do escrupuloso cumprir de horários (como provavelmente não acontece em qualquer outro lugar em Portugal!), à diversidade de atividades pedagógicas a UV procura fazer do exemplo um caso único.

Durante uma semana jovens de várias idades, de várias proveniências e de formação e ocupações diversificadas adquirem competências que não só os dota de instrumentos para a participação política, mas como sobretudo os prepara para serem melhores mulheres e homens.

A criatividade é levada ao limite. A responsabilidade é entregue a cada um. O trabalho de equipa é valorizado e estimulado. Não há um aluno (um!) que saía da UV sem falar em público pelo menos uma vez!

O leque dos assuntos abordados são transversais, atuais e pertinentes. Os oradores são do melhor que o País tem: independentes, de direita ou da esquerda. E não raras vezes são personalidades de relevo internacional.

Um destaque especial para a dimensão cultural. A leitura de poemas representa o momento cultural obrigatório.

A UV é uma escola que marca e uma marca de escola. Uma semana intensa, vivida ao limite com muita entrega. A UV é o espelho do que a JSD defende para o País e para a juventude portuguesa.

No momento em que vos escrevo realiza-se a simulação do debate parlamentar. Um dos momentos mais esperados.

Ontem, um aluno confidenciava-me que achava que a UV seria uma espécie de “lavagem de cabeça”… Afinal era “uma martelada para abrir horizontes”!

Isto é a JSD. Venham experimentar!

Hugo Soares

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *