Uma terra com muito para dar

[dropcap size=”500%”]Q[/dropcap]

uando pensamos em Abiul, lembrar-nos-emos certamente do seu riquíssimo património natural e cultural. O potencial turístico (em grande parte subaproveitado) da freguesia é, de resto, a sua imagem de marca em todo o concelho e na região. E com toda a justiça. Creio realmente que Abiul poderia e poderá ser uma referência turística também a nível nacional.

Mas, mais do que pelo seu património físico ou natural, as terras valem pelo seu património humano. E também em Abiul é isso que quero destacar. Outra das características que muitos associam a Abiul é a de terra envelhecida e sem grande dinamismo. Quer dizer, associavam. Nos últimos anos os jovens abiulenses têm contrariado esta ideia e a verdade é que é difícil encontrar o mesmo dinamismo noutros pontos do concelho.

O núcleo de Abiul da JSD Pombal é claramente a face mais visível deste dinamismo. Numa das freguesias mais envelhecidas do concelho, formou-se o primeiro núcleo a tomar posse da JSD Pombal. Um grupo de jovens, a maioria dos quais nunca tinham tido qualquer ligação à política, formaram uma estrutura para poder intervir em defesa da sua terra e dos seus conterrâneos, E fizeram-no com um sucesso incomparável. Apresentaram propostas na Assembleia de Freguesia, questionaram sobre a sua implementação e contribuíram para a resolução de alguns problemas antigos da freguesia. E, tão ou mais importante, envolveram dezenas de jovens (e menos jovens) na discussão de soluções para os problemas comuns. Esse é um trabalho que se deve especialmente ao Marco Mendes, a quem a JSD e Abiul ficam a dever muito. E que tem de certeza ainda muito para dar à estrutura e à sua terra.

Dois anos depois, o núcleo da JSD renova-se, envolvendo ainda mais jovens na participação política. E desta vez a liderança cabe a um jovem de 18 anos. E quem o conhece, já o leu aqui no blog ou esteve na sua tomada de posse, não terá qualquer dúvida sobre o contributo que ele tem a dar à causa pública. O André Tasqueiro fará, com todo a certeza, parte do futuro da JSD Pombal. Uma inteligência, uma capacidade de análise, de trabalho, de relacionamento e de mobilização e um discurso que fazem inveja a muitos políticos profissionais, aliados a uma dedicação imensa à sua terra, fazem do André a garantia de que o núcleo de Abiul da JSD Pombal vai continuar a dar que falar.

Mas nem só de jovens se faz Abiul, e nunca é de mais relembrar outros nomes que Abiul já deu à causa pública. E tenho de destacar, neste capítulo, o ex-Presidente da Junta de Freguesia, António Carrasqueira, que dedicou 20 anos da sua vida a fazer mais por Abiul; e a Professora Fernanda Guardado, que além dos muitos anos dedicados à intervenção política, em vários órgãos, continua a fazer um trabalho meritório e incomparável na promoção da participação das mulheres na política. Basta ir a qualquer evento do PSD Pombal para perceber o resultado do trabalho da Prof. Fernanda, que fez muito mais pela paridade, do que qualquer lei algum dia pode fazer. E tudo isto, sem nunca esquecer que é em Abiul que estão as suas raízes e sem nunca deixar de contribuir para o desenvolvimento da freguesia.

Por tudo isto, Abiul é, certamente, uma terra com muito para dar.

Nuno Carrasqueira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *