Resumo da Assembleia Municipal

[dropcap size=”500%”]R[/dropcap]

ealizou-se hoje a primeira Assembleia Municipal deste mandato, a primeira do novo executivo de Diogo Mateus e a primeira do novo presidente da AM, Narciso Mota. O principal ponto da ordem de trabalhos foi a discussão das novas taxas de IMI a aplicar no concelho de Pombal.

A JSD esteve representada pelo seu presidente Pedro Brilhante e deputado eleito nesta mesma assembleia, tendo intervindo no ponto mais importante da discussão. Na sua intervenção realçou o facto de a reabilitação e arrendamento dos edifícios da zona histórica poderem conferir aos proprietários uma redução de 50% no valor total do IMI a pagar. Esta medida abrange os edifícios de toda a Zona Histórica da cidade que sofram intervenções de reabilitação e sejam colocadas no mercado de arrendamento, podendo assim usufruir deste corte no imposto nos 6 anos seguintes. Esta proposta é uma grande vitória da JSD, visto que vem ao encontro da necessidade de dinamizar o mercado de arrendamento em Pombal, e em particular na zona histórica, pela qual a JSD sempre se tem batido ao longo de vários anos.

Salientamos o triste facto de, apesar de a JSD não ser a única juventude partidária com representante eleitos, tenha sido a única a intervir e a única a defender a posição e o superior interesse da juventude pombalense, continuando assim a assumir-se como o seu único representante político activo.

Relativamente aos pontos a destacar, temos de olhar a sublime intervenção do Presidente da CMP que se mostrou absolutamente conhecedor das matérias em discussão, tendo mesmo chegado a corrigir, por diversas vezes, alguns dos argumentos do PS que claramente ficaram aquém do esperado no que toca à preparação dos assuntos discutidos. Ficou patente o desconhecimento de alguns deputados do PS relativamente a pontos tão importantes para os pombalenses, sobre os quais não conseguiram apresentar uma opinião fundamentada. Este facto consiste para nós no ponto mais negativo da sessão, sendo que o Partido Socialista se mostrou mais empenhado em encontrar argumentos para se opor de qualquer forma do que em trazer contributos construtivos para a discussão.

A JSD compromete-se a continuar este rumo e a reforçar esta sua posição construtiva nas próximas AM, como até aqui temos sempre feito. Esperamos que os partidos da oposição possam também vir a contribuir positivamente para o desenvolvimento da nossa terra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *