Quem és tu Marine Le Pen?

Quem és tu Marine Le Pen? Quem és tu Frente Nacional? Quem és tu e o que queres trazer para a Europa?
Estas são as perguntas que tanto ecoaram pelas rua francesas esta semana. França, um país que nos parece tão longe e na realidade está bem perto de nós.

Esta primeira volta de eleições regionais em França mostrou o quão fácil um partido radical e extremista pode e consegue ganhar eleições e chegar ao poder.

Mesmo sabendo que as eleições regionais francesas atribuem efetivamente um poder estritamente relativo e apesar de ainda haver uma segunda volta, não as devemos ignorar e prestar a maior atenção.

Impulsionada pelo medo geral e global a Frente Nacional mostrou o que a muito se teme e tenta evitar, o regresso ao poder de partidos radicais, extremistas e com ideologias racistas e xenófobas.

Se já o Syriza, na Grécia, tinha provocado choque na Europa e no mundo ocidental, vem agora a mais extremista Frente Nacional e a sua toda poderosa Marine Le Pen afirmar esse retorno.

Podemos, enquanto portugueses, presumir que isto é algo que não acontecerá no nosso país. Mas, como já tudo isto nos mostrou, um acto como o de dia 13 de Novembro em Paris foi o necessário para levar a população a tomar um voto radical.

Numa Europa em clima de medo e descontentamento nenhum país está livre de se repetirem os mesmos eventos.
Não podemos cair no medo e no desespero ao entregar o poder a radicais, a partidos extremistas que não ponham só em causa as nossas liberdades como também a nossa economia, a nossa educação, a nossa cultura…

Fundamentalmente temos que pôr os olhos no mundo, perguntarmo-nos “Quem és tu Marine Le Pen?” e tomar sempre o voto e decisão mais segura para a República.

Alexandre Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *