Pombal pelos Pombalenses

[dropcap size=”500%”]H[/dropcap]Hoje escrevo sobre Pombal; e escrevo sobre um concelho que aproveita o seu recurso mais valioso: os pombalenses.

Não é, contudo, um texto bajulatório. Certamente há outras situações das quais não nos podemos orgulhar ou servir de exemplo, mas esta sem dúvida que podemos: o município evolui a sua aposta no Desporto.

Os jovens atletas pombalenses, dos quais possuo mais conhecimento, ao longo dos anos têm sido preponderantes para elevar o nome do concelho a nível nacional. Distinguimo-nos em diversas modalidades de atletismo, destacamo-nos no corta-mato, contamos com presenças na seleção nacional de basquetebol e no Karaté, inclusivamente, não só a nível nacional, como também internacional, atingimos lugares de topo. Estes são apenas alguns dos exemplos.

Há pouco tempo foi noticiado que Pombal aproxima-se cada vez mais da realidade de ter um Centro de Estágio Internacional de Atletismo. Acredito que sejam ótimas notícias para o concelho; tenho a certeza que são excelentes para aumentar a atratividade do concelho e criar incentivos ao gradual rejuvenescimento da população.

E assim se vai construindo um concelho que atenta no talento dos pombalenses. Sabemos que temos atletas exemplares; potenciemos então as suas capacidades! Uma aposta no desporto que não acredito que deva ser focada apenas numa modalidade, mas seguir uma lógica de diversidade.

Um município que trabalha pelos seus. Vejo no desporto um exemplo dessa atitude, no entanto é importante não descorar as restantes, que são igualmente importantes. Aqui vejo uma oportunidade: aproveitar o dinamismo do concelho e criar mais relações de cooperação entre os estudantes e as instituições. Reparo que os pombalenses têm uma capacidade de resiliência e trabalho singulares. Não seria benéfico suscitar esse espírito desde tenra idade?

Não digo que deva tomar forma nas atividades extracurriculares já existentes, mas envolver os jovens na comunidade com projetos de impacto. Dar-lhes oportunidades para eles testarem a sua iniciativa; serem criadores e promotores dos seus sonhos.

Este é um futuro que vejo para o concelho de Pombal e penso que caminhamos para lá.

João Matias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *