Os números não enganam!

[dropcap size=”500%”]A[/dropcap]caba de ser noticiado que a Caixa Geral de Depósito registou um resultado líquido negativo de 74, 2 milhões de euros entre janeiro e março. Se se comparar com o mesmo período, pode verificar-se que em 2015 a mesma instituição tinha obtido um lucro de 2,1 milhões de euros.


Ao analisar-se os valores apresentados percebe-se que alguma coisa está a acontecer para se verificar esta situação. Os motivos que são apresentados para esta evolução estão relacionados com os resultados transitados de operações financeiras, que passaram de valores positivos no primeiro trimestre de 2015 para valores negativos, em igual período, no ano de 2016. Uma das causas para esta evolução, segundo informou o banco, prende-se com a “elevada volatilidade sentida nos mercados financeiros internacionais”, sendo que o que está em causa são as perdas nas operações de cobertura de risco da taxa de juro, que foram feitas pela Caixa Geral de Depósitos para a dívida pública portuguesa.
Para fazer face aos resultados negativos alcançado no primeiro trimestre, já está a ser discutido entre o Governo e a Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia a possibilidade de ser feito um aumento de capital na Caixa Geral de Depósitos, por parte do Estado uma vez que este é o único acionista do banco. No entanto, está a ser levantado um problema por Bruxelas, uma vez que estes consideram que este aumento de capital é uma ajuda do Estado, mesmo sendo o Estado ser o único acionista, o que implicaria uma nova reestruturação do banco, com redução do seu negócio e cortes de pessoal, mas que está a ser contestada pelo Governo.
Caso este aumento de capital venha a acontecer, é a prova de que os portugueses mais uma vez serão chamados a resolver um problema que é criado pela instabilidade que se vive nos mercados financeiros!

Muitos Parabéns, Mulheres Sociais Democratas!

 
Ivone Pascoal

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *