O que é a política para um jovem? – Formação Sub-18

[dropcap size=”500%”]É[/dropcap]

importante fazer os jovens perceber que têm de participar activamente na vida política do país em que vivem, estudam, trabalham e onde no futuro vão constituir família e criar os seus filhos.

O ser humano, é um ser crítico por natureza, e isso repara-se por volta dos 4 anos de um individuo, a chamada “idade dos porquês”, tudo é motivo de questão, tudo tem uma razão de ser, tudo tem de ter uma razão e uma explicação para acontecer. Isso é-nos retirado pelos nossos pais, ao não querem responder, ou a responderem de uma maneira, em que mais tarde percebemos que não é assim que acontece. Quando chegamos à escola, só interessa Português e Matemática, porque há exames nacionais, e aos professores também não convém muito ter alunos com o “bichinho do porquê”. Finalmente na idade adulta, deparamo-nos com pessoas que não sabem o que é a constituição da república portuguesa (considerando 18 anos a idade adulta, porque quando começam a trabalhar, passam a saber o que é, pois começam a reclamar os seus direitos lá consagrados, e em códigos como o do trabalho). Em suma, temos jovens desinteressados que se deixam ficar, e levar pelo sistema.

A juventude portuguesa tem muito a dar, mas não é estimulada e ensinada nesse sentido. Porquê?

Porque acham a política suja, desonesta, e que não é para eles. A boa noticia, é que isso está a mudar.

Está a aparecer uma nova geração, em que o discurso fácil e da critica não fundamentada, deixam de aparecer, e dão lugar à pesquisa e à argumentação sólida, consciente, e o mais importante, respeitadora. Uma geração que faz “ouvidos moucos” a palavras de ordem, desrespeitosas, dirigidas à classe politica. A perspectiva de que politica é para um grupo de homens, “barrigudos” de fato e gravata, sentados numa mesa e discutir nada tende a acabar, e dar lugar a uma nova perspectiva: cidadãos com vontade de trabalhar em nome da causa pública.

O objectivo que é colocado na linha da frente pela Associação de Estudantes da Escola Básica e Secundária da Guia, é conseguir formar destes cidadãos: Participativos, dinâmicos, informados, interessados, com uma forte argumentação – tudo isto necessário em qualquer área numa sociedade, sejam ela qual for.

É neste sentido que esta Associação de Estudantes, promoveu a formação SUB-18. Uma formação que explica aos jovens a importância da política, que que serve a política, e põe a plateia a tomar decisões: a fazer politica.

Esta formação dada pela JSD, esteve presente pela 1ª vez no concelho de Pombal, na Escola da Guia, no dia 10 de Janeiro deste ano, numa sessão experimental para alunos do 12º Ano, mas dado o sucesso deste workshop, a Associação de Estudantes pretende voltar a repetir, alargar ao resto do ensino secundário, e num passo mais ambicioso, poder inserir os alunos do ensino básico também neste processo.

Beatriz Branco

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *