Mais tempo na escola ou mais tempo para aprender? Será também este um jogo de votos?

[dropcap size=”500%”]A[/dropcap]educação não é um jogo! Há uns dias, o Ministério da Educação informou os portugueses que quer que os alunos até ao 9º ano fiquem na escola até às 19h30.

 Para mim, a escola é um local para aprender e partilhar conhecimentos e não um local de entretenimento como que uma espécie de depositário de crianças com sede de família, de brincadeira e de conhecimento ao vivo e in loco.
As crianças também precisam de ter tempo para elas… ainda me lembro de ir para a escola, reter o que tinha a reter e a anotar, fazer os famosos “trabalhos para casa” e/ou atividades extracurriculares e brincar (jogar às escondidas, à macaca, sete pedras, três pauzinhos, andar de bicicleta, mexer na terra e nas plantas e tantas outras coisas) – Fui uma sortuda por ter sido educada tanto pela minha família, como por grandes professores e por mim mesma!
Há um tempo para tudo e não considero nada saudável “pequenotes” permanecerem num local tanto ou mais tempo quanto adultos ficam no trabalho. Não acham incrível este governo defender, por um lado, mais tempo na escola para crianças e, por outro, menos tempo no trabalho para os pais? Curioso…
Se esta medida for para a frente, ao menos que seja gratuita para todos e que seja ensinado alguma coisa que valorize os alunos, também, enquanto pessoas… ensinar a fazer a cama e a fazer uma sopa, por exemplo.
Senhor Ministro, apelo a que se recorde da sua infância! Antes de aumentar a carga horária dos nossos alunos, fale primeiro com eles e pergunte-lhes se são felizes.
Acima de tudo, defendo uma educação para a vida!

Susana Santos

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *