João Soares e os “Amigalhaços” (Dos Outros)

[dropcap size=”500%”]N[/dropcap] o passado dia 26 de Fevereiro, naquela que foi a intervenção do Ministro da Cultura João Soares, mais precisamente um despedimento com plateia, foi prometido o despedimento do actual presidente do Centro Cultural de Belém António Lamas, no entanto sem se ficar somente por indicar as razões da sua promessa João Soares durante o debate acusa o PSD de ter nomeado Carlos Moura de Carvalho para presidente da Direção Geral das Artes, em Julho de 2015, a poucos meses das eleições legislativas por ser somente “Amigalhaço” do PSD”.

Mais uma vez um Ministro do Governo de António Costa (e o resto) volta a falar do governo de Passos Coelho sem olhar para dentro do seu próprio governo, perdendo uma espetacular oportunidade para debaterem construtivamente os planos que prometeu. Tudo isto seria digno de ser ignorado caso não se soubesse do verdadeiro giveaway que os gabinetes dos Ministérios viram ser premiados como escreve o “Jornal i” no dia 27 de Fevereiro.

“Os gastos dos gabinetes governamentais abrangem basicamente as despesas com pessoal – que incluem as remunerações de ministros, secretários de Estado e seus colaboradores (adjuntos, assessores, consultores, administrativos, secretárias e motoristas), despesas de representação, ajudas de custo, suplementos e prémios, abonos variáveis, subsídios de refeição, férias e Natal e contribuições para a Segurança Social ou a Caixa Geral de Aposentações – e os gastos em bens e serviços como telemóveis, combustíveis, alimentação, viagens e alojamento, limpeza, material de escritório e pareceres, entre outros itens.”


Em bruto são 58.200.000€ que estão orçamentados para os diversos gabinetes dos Ministérios. E é exactamente neste ponto que João Soares perdeu a oportunidade de se justificar, quando o que realmente faz é falar dos “amiguinhos” dos outros que foram nomeados (Bem ou Mal) e deixa de parte na discussão todos os seus “amiguinhos” e amiguinhos dos amiguinhos que neste orçamento ganharam um verdadeiro Jackpot.

Jorge Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *