Centro Histórico de Pombal

[dropcap size=”500%”]O[/dropcap]

Centro Histórico de Pombal (CHP) encontra-se cada vez mais deserto, com ruas sem vida e prédios degradados. Este espaço e o seu comércio necessitam de uma revitalização para dar vivacidade às ruas e incentivar as pessoas a circularem por lá.

Apesar do programa de regeneração urbana ter tornado o espaço físico mais atraente e com melhores condições de acessibilidade e do Programa “Porta Aberta” e as suas primeiras lojas terem trazido alguma curiosidade à população, verifica-se que o público continua a não frequentar os espaços comerciais, pelo que é necessário dinamiza-lo. À semelhança de outras cidades Pombal precisa de investir em eventos no CHP para atrair população para esta área. Eventos esses que necessitam de ser bem estruturados e divulgados para atingirem um volume populacional considerável.

Existem vários eventos na cidade mas nenhum nesta zona, parece que foi esquecida, só as zonas novas da cidade são locais ideias para a realização de eventos. Pergunto-me Porquê? Se existe tanto espaço, ruas com enorme potencial porque não aproveitar este espaço? E a praça Marquês de Pombal, parece que foi esquecida. De quem será a culpa? Da Câmara por causa dos impostos aplicados a esta zona da cidade? Dos comerciantes que não souberam adaptar-se aos novos públicos? Quem tem culpa afinal?

Para além do investimento em eventos é necessário apoiar e incentivar os comerciantes a fazerem alterações nos espaços afetos ao envolvimento comercial e às fachadas dos seus estabelecimentos para que estes sejam mais apelativos e atraiam o cliente. É necessário também o investimento em comunicação digital, o investimento é reduzido e atinge um maior número de pessoas, só é pena que grande parte dos comerciantes não estejam familiarizados com estas tendências e continuem a apostar no tradicional, como se ainda fosse a salvação.

Cabe às entidades responsáveis pelo Comércio e à própria Câmara Municipal incutir nos comerciantes uma mentalidade de rejuvenescimento e modernização, só desta forma Pombal conseguirá atrair jovens e manter o seu comércio tradicional.

Cristiana Gomes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *