As Rosas do PSD

[dropcap size=”500%”]A[/dropcap] rosa é, por excelência, uma flor de referência para uma grande parte das pessoas. Reconhecida pela sua beleza, pelo seu aroma, cor ou mesmo pelos seus espinhos. Com toda a sua qualidade, esta flor nasceu no seio do PSD há um ano. Desde então, as Mulheres Sociais Democratas de Pombal têm encantado, mas acima de tudo contribuído fortemente para a elevação da política no concelho.


A presença assídua que sempre se tem notado, tanto em atividades do PSD como da JSD, a nível local e nacional, são o perfume mais apurado que este novo movimento conferiu ao longo dos primeiros 12 meses de atividade. Uma presença exemplar que dos espinhos só se nota a paixão, empenho e iniciativa própria que picam as restantes estruturas a seguirem o exemplo.
No próximo dia 20 será o aniversário do Movimento das Mulheres Sociais Democratas de Pombal, o primeiro do Distrito de Leiria. Não será minha função realizar balanços, contudo foi notório o novo dinamismo e vivacidade que surgiu na política municipal. Professora Fernanda Guardado, está de parabéns! Assumindo o leme, mostrou ser uma ótima timoneira. Não poderia deixar de demonstrar o meu respeito e admiração pela figura máxima deste movimento que muito deu, pela realidade que melhor conheço, à JSD e que estou certo continuará a dar. Não esquecemos o apoio de primeira linha que sempre transmitiu aos jovens, como não esqueço o que sempre me transmitiu a mim.
Há muito tempo que se fala do papel da mulher na política, há muito que se apregoa a vontade de lhe dar destaque e é com muito orgulho que vejo que foi no meu concelho que esse desejo se materializou. E tomou forma, não por capricho, mas por vontade própria de quem constitui o movimento. Uma vontade de participar ativamente no debate político da região; um desejo com o qual muito me identifico. Um ano depois, não tenho dúvidas que foi um sucesso.
Resta agora saber o que mais espera a Pombal no próximo ano. O que aprontam estas rosas? Uma coisa é certa: as minhas expetativas são altas, mas estou confiante que as mulheres pombalenses, mais uma vez, vão superá-las.

Muitos Parabéns, Mulheres Sociais Democratas!

 

João Matias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *