A vida politica antes da maioridade

[dropcap size=”500%”]D[/dropcap]

esde cedo, os jovens sujeitam-se a um processo de evolução e desenvolvimento das suas capacidades intelectuais. Os adolescentes mesmo antes de atingir a maioridade já obtém certos requisitos para formular alguns dos seus ideias e a sua opinião pessoal sobre o mundo em geral, bem como debater certos assuntos e defender o seu ponto de vista.

Grande parte dos jovens dizem-se desinteressados pela política em resultado da situação atual do nosso país. Por outro lado, a percentagem de jovens interessados, apesar de pequena, é já bastante significativa, e tem sido notória em alguns projetos escolares e extracurriculares que incentivam à prática da mesma. Estes projetos, e de uma opinião pessoal, completamente importantes e enriquecedores, têm sido um exemplo aos ditos “jovens desinteressados”. A promoção da politica por parte das escolas, através de programas interescolares e até mesmo programas internacionais, são uma forte motivação para o começo de muitos jovens na vida politica.

Nestes dias, o ritmo da política eleva-se cada vez mais e é crucial a participação do povo jovem na política, para que haja uma maior dinamização da mesma, com novas ideias, projetos e perspetivas de futuro maiores. A educação da política desde cedo é o passaporte para melhorar as qualidades decisivas de cada pessoa.

Assim, o papel das escolas é bastante relevante neste processo de consciencialização para política e para a cidadania, através dos conhecimentos transmitidos, projetos e programas. Os jovens que serão os homens ativos de amanhã, são os principais atores do futuro e para isso precisamos de uma sociedade mais informada, mais consciencializada e segura nas suas decisões.

Alexandre Rodrigues

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *